água

quando a noite é ainda mais escura por as estrelas se encontrarem tapadas por uma lama cinzenta que escoa água

aproveito para sentir a chuva esbarrar-se contra o meu tronco, nu.

sabendo que se tivesse a consciência da proveniência, dos recantos por onde cada átomo de cada molécula em cada gota de chuva passou

deixaria de ser humano. seria a transcendência do espírito corporizada em mim próprio. nos braços. nas pontas dos dedos.

deixaria de ambicionar a felicidade. porque felicidade é agitação, tal como a infelicidade o é.

seria paz.

o silêncio das partículas em repouso absoluto
 
 
(2000)


3 Responses to “água”

  1. Nikita Nikita says:

    As gotinhas de chuva passaram por reinos encantados
    e a felicidade…
    pode ser também um grande lago imovel…. :)

  2. CA CA says:

    Adorei esta água.

  3. marta marta says:

    é impossível essa paz…

Leave a Reply