when i was a little kid my mother told me not to stare into the sun,

so once when i was six i did.


24 Responses to “when i was a little kid my mother told me not to stare into the sun,”

  1. Sofia Sofia says:

    Faz mal escrever na pele… ;)

  2. Harpreet Harpreet says:

    WOW, you seem to be totally into concept pictures right now. This look great and the contrast, choice of BandW and the subject make it so much better. Love it.

  3. Nikita Nikita says:

    Gostei imenso desta imagem e também da ideia de transgressão que ela contém. Muito boa!
    E muito adequada ao 25 de Abril, quando a liberdade foi conquistada por uma transgressão da lei fascista… :)

  4. RainKing RainKing says:

    Is this a self-portrait? It’s way cool.

  5. gn0ma gn0ma says:

    “sinto-me a mais no mundo”
    eu acho que me sinto a menos :(
    adorei ver-te na foto.
    beijos*

  6. Pedro Fernandes Pedro Fernandes says:

    faith in chaos. excelente referência. :)

  7. Lost in Space Lost in Space says:

    amei a foto.

  8. Maria Maria says:

    Esta é provavelmente das imagens mais impressionantes que vi.
    Que carga transmite!
    Gostei mesmo, Paulo.

    (Não sei se chegaste a receber o mail que te escrevi mas de qualqiuer forma agradeço as visitas ao meu espaço, as visitas e o acompanhamento e apoio. Aproveito para retribuir isso mesmo, tentar pelo menos. Tem vindo a repetir-se este acto, meu, de agradecer e congratular os espaços e trabalhos dos outros mas tenho ficado muitíssimo surpreendida pela qualidade que há por aí - aqui. )

    P.S. - Quanto ao “Crónicas (Partes II) - A Fobia da Escrita”, foi uma espécie de carta dirigida apenas e só a uma pessoa. Por isso o pedido de desculpas. Também eu me habituei a não pedir - mais. Gostei da forma como comentaste.

    Continuação de bom trabalho, aqui - em folhas, guardanapos, caixas de fósforos, não interessa. Apenas escreve.

    Beijo, *

  9. Marta Marta says:

    Preciosa! Unas texturas increíbles. Realmente me ha impacto cuando la he visto. Olé!!

  10. Sara Mota Sara Mota says:

    Cábulas da vida?

    Há caminhos (linhas) que não se devem tentar decifrar…

    ;)

  11. patrick patrick says:

    this is one of the most powerful shots i’ve seen, ever! this is… it’s amazing. words fail me.

  12. paulo ribeiro paulo ribeiro says:

    sofia: pior ainda me fez a lâmpada do scanner a passar à distância de poucos milímetros do meu olho esquerdo… :p

    nikita: abstenho-me de estabelecer relações directas nos meus trabalhos com o “mundo real”. no entanto gosto de pensar que são suficientemente abstractos para poderem ter múltiplas interpretações! gostei de saber que significado deste a esta imagem.

    rainking: yes, it is. i don’t know anyone who wouldn’t mind doing this kind of thing for me, so i had to pose myself.

    pedro: exactamente! é óptimo quando alguém percebe as referências que faço por vezes. ;)

    lost in space: se calhar não ficou muito explícito que esta imagem foi criada com um scanner… o que para mim não deixa de ser uma fotografia: uma imagem permanente obtida através da luz reflectida pelos objectos. obrigado!

    maria: continuarei a escrever enquanto houver algo em mim que peça para ser escrito. obrigado!

    sara: mais uma interpretação deveras interessante. já agora, faz parte do conceito desta imagem não ser fácil perceber o que tenho escrito nas mãos. no entanto a gn0ma já conseguiu decifrar aproximadamente o texto!…

  13. frisky frisky says:

    massive! very nice!

  14. Zishaan Zishaan says:

    Very very different. Nice.

  15. ViSuaLLyMiNDeD ViSuaLLyMiNDeD says:

    really awesome. I love how the hands are overlaid so strategically to reveal the eye, nose and mouth. great composition!

  16. carlamotah carlamotah says:

    Claramente revolucionária esta foto. Se não fosse o título inclinar-me-ia para um desejo de se esconder e proteger do mundo. Ou estou a viajar?…

  17. paulo ribeiro paulo ribeiro says:

    carlamotah: a tua interpretação faz todo o sentido. é o desejo de ser eu próprio, de não ser igual a todos os outros, de me ausentar de um mundo com o qual não me identifico. mesmo que isso leve à cegueira, ao isolamento. obrigado.

  18. amnésia amnésia says:

    Gosto mesmo muito das tuas fotografias.

  19. zoomvienna zoomvienna says:

    Very cool. Question is who did the writing on your hands? Very interesting shot…

    Regards from Vienna, -T

  20. Beth Beth says:

    This is amazing! Well done! Very powerful.

  21. paulo ribeiro paulo ribeiro says:

    zoomvienna: i did the writing myself! it wasn’t easy writing on my right hand, though… thank you!

  22. potty potty says:

    wicked shot! the finger placement and posing works. also i like the fingerprint smudges.

  23. jyoseph.com jyoseph.com says:

    This is really creative!! Great shot, this could be used for commercial work.

  24. Tommy Tommy says:

    Oh my Lord. Everytime I come here I just get my mind blown. With work like this you really put most of the reast of us to shame. So damn creative.

Leave a Reply